Celeste

                                                                          Noel Nascimento



Em resposta a um pedido
que fiz com tanto ardor,
	tu vieste.


Ao sondar a Via Láctea
vi riscar velocíssimo o espaço
e aproximar-se
instantaneamente
um objeto voador.


Nave extraterrena
- um disco, assombroso engenho -
a emitir luzes multicores,
além de signos sonoros.


Uma esfera aureolada,
circundada de anel,
lembrando Júpiter.


Homenzinhos sidéreos
em trajes astrais
deixaram-te em meus braços.


És Celeste, extraterrestre,
mulher prometida
que por pena de mim
	os Etês
me trouxeram das plagas do céu.