Nostalgia

                                                                          Noel Nascimento

 
 
           A casa paterna...
           para lá me leva,
                       enleva
                     e me traz
                    a nostalgia:
          perenidade do coração.
 
          Se eu pudesse
          de lá não mais voltava.
 
          Em nostalgia,
          entre beijos e abraços
          não sei se estou sendo recebido
          ou me despedindo.
 
          Transportam-me as lembranças  
          em turbilhão.
          O tempo transponho
          como num sonho.
 
           A brincar as crianças,
           esconde-esconde,
           chutar bola, empinar pipa,
           pau de vinho:
           meninas lindas com  bonecas
           pulando amarelinho,
           rodando a roda,
           roda cotia de noite e de dia
 
            Reencontro o amor primeiro
            e aquelas  pelas quais me apaixonava.
 
            Venturas durante o recreio,
            no gazeio das aulas
            vou nadar nos córregos do campo.
       
             Festas e mais festas,
             passeios, piqueniques,
             alegria nas quermesses,
             vaivens nas ruas e praças,
             diversões em parques,
             acrobacias no circo
             de arquibancadas repletas;
             penetra de ratão por baixo do pano,
             puxado pelas orelhas,
             eu o palhacinho.
 
             Saudade agridoce, alegre e dorida.
                             nostalgia
             de vaivens no coração.
             
             Ressoam as canções prediletas,
             repetem-se as serenatas,
             salões de clubes engalanados,              
             concertos de bandas,
             passeatas e o povo apinhado,
             desfiles escolares e militares.
 
             Tudo novamente acontece
                          e eu em nostalgia
                                   peço bis.
 
              O que se ama jamais se esquece,
                                            nostalgia
               é a saudade de ser feliz.