Volta ao Cosmos

                                                                          Noel Nascimento



			Seriam poetas os astronautas.
					(Resposta a Deniken)


			"Eu sabia que, ao deixar a pátria, o homem é 
			acometido de certa nostalgia. Sei agora que 
			sentimos coisa parecida quando deixamos a Terra, 
			mas não sei como se deveria chamar esse 
			sentimento."
				(German Titou)


Sou o primeiro
a contemplar o Universo,
meu poema
é nave gráfica e sonora
singrando o mar sideral.


Intuição é a bússola,
e meu coração, o mapa
	do infinito.


Eleva-me
e me conduz
a milhões de anos-luz.


Descubro ilhas encantadas,
acenam-me os marinheiros de Argo,
	veleiro de estrelas;
contorno continentes de astros.
Entre pontes cintilantes
ligando as galáxias;
só o fantástico é real.


Ao imenso oceano da Águia,
vagas de nuvens incandescentes
formam vulcões a jorrarem
	- fogo e lava -
nebulosas, bilhões de sistemas solares.


Só passam por mim
	naves de preces.


É excelsa a comoção cósmica,
sou o primeiro
a ver de outras galáxias
o planeta natal,
como a Terra é linda
e fica no Céu vista das estrelas!