O Herói Presidente

Noel Nascimento

 

    Antes retornara como herói da guerra do Paraguai e, logo,fora articulador e um dos expoentes da Proclamação. Mas, restaurador da ordem democrática,do Federalismo e da República, Floriano Peixoto tem sido caluniado e injuriado na posteridade. Autores pífios ,entre os equivocado,causam-nos indignação ofendendo-lhe a memória. Cobrem-no de opróbrios,vilipendiam-no com falsa assertivas de que fora “ditador”, “tirano”,“sanguinário”. Imitam-lhe os inimigos que, numa insensata rebeldia,promoveram a calamitosa guerra civil brasileira. Ele salvara a Pátria ameaçada de desintegração pelo movimento contra-revolucionário,anárquico e retrógrado,o qual reunia monarquistas, revanchistas,elementos arrivistas, a classe política que apoiara a dissolução do Congresso,a Armada Imperial, Guarda Nacional,barões e “coronéis “ ,a caudilhagem inconseqüente e a plebe desgovernada. Confundiam-se os intuitos restauradores, separatistas e de vinditas. Essa a campanha,não revolução e muito menos federalista,contra o ínclito presidente  que reabrira o Congresso Nacional , preservando a Constituição vigente.

    Deodoro aproximara-se novamente dos monarquistas.Apoiaram-no almirantes, principalmente Saldanha da Gama ,Wandelkok, e alguns oficiais do Exército. Um  de seus ministros pronunciara a maior asneira sobre a Proclamação,negando a história e as lutas populares,como os néscios repetem. A de que “ o povo a assistiu bestializado”. Qual se em queda de Bastilha,de Monarquia,o povo fosse alheio e não tomasse parte. Rui Barbosa,com o Encilhamento,decreto de emissões,provocara  grande inflação e desvalorização da moeda,que favorecera  as classes conservadoras em prejuízo da população. Perdendo prestígio e popularidade,tentando um golpe,Deodoro  dissolveu e ocupou o Congresso,mas vinte dias depois,em 23 de novembro de l.892,sob a mira do couraçado Riachuelo,viu-se obrigado a passar o governo  a Floriano Peixoto,que fora eleito vice  na chapa de oposição encabeçada por Prudente de Morais. Campos Sales redigira  o manifesto dos congressistas contra o golpe.  Floriano reabriu o Congresso,enquanto os políticos que haviam aderido à ditadura abortada,insurgiram-se nos Estados dando início a série de desordens e,por fim, à guerra civil que teve início no Rio Grande do Sul e com a Revolta da Armada , ensangüentando  o País.

   Pífios autores não o sabem, se de má-fé não o omitem. E descrevem repetiti-vamente,sobejamente  conhecidas passagens,marchas,lutas,episódios,vitórias e derrotas  dos combatentes. A alienação é a causa principal das injúrias contra Floriano,que cumpriu seus deveres presidenciais, inantigível em sua glória,entre os pais da Pátria,constituintes da primeira República.